Arquivo | História da Fotografia RSS feed for this section

A magia da câmera polaroid

5 jun

polaroid

Ola pessoal!

vocês alguma vez já ouviram falar da câmera polaroid? Bom pra quem não sabe, polaroide são aquelas câmeras antigas que imprimiam a foto na hora. Vamos ver como e quando ela surgiu? eu já estou morrendo de curiosidade!

Edwin Land foi um inventor especializado em trabalhos com luz polarizada. Ele fez uma descoberta interessante em 1926, no seu primeiro ano em Harvard. Durante aquele ano, ele deixou a escola temporariamente para trabalhar na criação do Polaroid – um novo tipo de polarizador que envolvia o uso de cristais dentro de uma folha de plástico. Eventualmente, ele abriria um laboratório para aplicar sua pesquisa em filtros de luz, dispositivos ópticos e processos cinematográficos.

A ideia da fotografia instantânea veio, na verdade, da filha de Land, que imaginava o porquê da revelação das fotos demorarem tanto. Land decidiu realizar todo o processo de desenvolvimento de uma impressão de um negativo e combiná-lo em uma folha só. Ele fez os dois, impressão e negativo, do mesmo tamanho e incluiu um pacote de produtos químicos que seria ativado quando o filme fosse impresso. No momento em que a fotografia fosse removida da câmera, os químicos se espalhariam uniformemente sobre o negativo para criar a imagem

A apresentação da fotografia instantânea ao público em 1948, além de salvar a Polaroid Corporation, ajudou a estimular um grande crescimento. Nas décadas seguintes, o processo passou por pequenas modificações até que a companhia estreou o modelo SX-70, em 1972. Foi a primeira câmera completamente integrada com sistema de filme. Ao contrário das versões anteriores, o processo acontecia completamente fora dela. Apesar de render boas vendas, a empresa passou por dificuldades financeiras devido aos altos custos de pesquisa e desenvolvimento.

Conforme a Polaroid entrou nos anos 90, enfrentou desafios nos avanços da fotografia convencional. Com o surgimento de fotos de uma hora, os consumidores tiravam fotos de 35 mm e não se preocupavam mais com o tempo de revelação. A introdução da fotografia digital combinou as fotos de melhor qualidade com a revelação instantânea. A  Polaroid foi  de longe a líder no mercado da fotografia instantânea.

site de referencia do texto

Aposto que vocês estão se perguntando,como ficavam as fotos de uma polaroid? confira nas imagens a seguir!

 

20070116-polaroid imagesmy-pictures

 

images (2) Vintage-Polaroid-Amigo-620-Instant-Camera  Polaroid Land Camera

 

 

 

 

 

Anúncios

Fotografia em preto e branco

29 maio

Mesmo que a fotografias não ter sido tão explorada la está bem em alta atualmente. Várias pessoas deixam suas fotografias em P&B para dar um tom mais de inverno, mais antigo ou té mesmo para deixar a imagem mais bonita.

Imagem

A fotografia nasceu em preto e branco, mais precisamente como o preto sobre o branco, no início do século XIX.14 Desde as primeiras formas de fotografia que se popularizaram, como odaguerreótipo – aproximadamente na década de 1823 – até aos filmes preto e branco atuais, houve muita evolução técnica e diminuição dos custos. Os filmes atuais têm uma grande gama de tonalidade, superior até mesmo aos coloridos, resultando em fotos muito ricas em detalhes. Por isso, as fotos feitas com filmes PB são superiores as fotos coloridas convertidas em PB

Imagem

Imagem

O primeiro paparazzo dos EUA

1 maio

200px-Ron_GalellapH

Ron Galella é o primeiro fotografo de rua dos Estados Unidos, nascido no ano de 1931 fotografoufamosos muito importantes como : John Travolta, Elizabeth Taylor, Elvis Presley, Paul Newman, Madonna, Mick Jagger, David Bowie e Andy Warhol. Mas o principal alvo dele foi Jacqueline Kennedy Onassis. Ron possui um dos maiores acervos fotográficos, de celebridades, do mundo, hoje com 82 anos, publica 3 fotos ao ano para renovar seu portfólio.  Filho de um imigrante italiano de Muro Lucano, Galella serviu como uma força aérea dos EUA  fotógrafo durante a guerra da coreia e participou da Art Center College of Design , em Los Angeles, Califórnia, graduando-se em fotojornalismo em 1958.

A “obsessão” de Ron p0r Jacqueline Onassis fez com que ao longo do tempo os dois travassem varias “batalhas”. A frase que dá título ao documentário Smash His Camera foi fruto de mais um encontro entre ele , como Galella retratou “Em setembro de 1969, tirei fotos dela na frente de casa. Quando a fotografei, ela disse a um funcionário: ‘Destrua a câmera dele’”. Já artistas menos pacientes como Marlon Brando partiram para a briga. O resultado? O maxilar de Galella quebrado em pedaços. Apesar das retaliações lembrarem a rotina dos paparazzi de hoje, o veterano faz questão de destacar que seu trabalho é diferente. “Sou um artista, estudei fotografia e sou formado em fotojornalismo. Isso me separa dos demais. A maioria só faz isso por dinheiro, além se ser mal-educada”, critica. Aposentado, com artrite e sem a agilidade que o ajudou a construir “um arquivo de ouro”, como o próprio denomina, Ron Galella não estampa mais as capas de revistas. Atualmente suas obras são objetos de desejo de importantes colecionadores de arte, além de parte do acervo do respeitado MoMa (Museu de Arte Moderna), em Nova York. Hoje em dia Galella vive numa mansão em New Jersey.

Uma pequena amostra do acervo de Galella :

Captura de Tela (21)                                     Captura de Tela (22)

O Instituto Casa da Photographia.

24 abr

Quando foi criada? O que é?

Criada em 1997, por Marcelo Reis, o Instituto Casa da Photographia atua como Curso Livre* técnicos e conceituais, possui espaço para pesquisas e promove caminhadas fotográficas por várias cidades do recôncavo e demais regiões do estado da Bahia, além de divulgar projetos e trabalhos de novos talentos contando também com o apoio de fotógrafos veteranos.Imagem

Parcerias

A partir do ano de 2001 foram firmadas parcerias com diversas empresas e instituições públicas a fim de viabilizar diversos projetos de fotografia. Hoje o Instituto Casa da Photographia mantém parceria com a Pinacoteca do Estado de São Paulo na importante realização de um dos maiores festivais da América Latina o A GOSTO DA FOTOGRAFIA FESTIVAL INTERNACIONAL que reúne grandes nomes da fotografia nos principais museus e galerias da cidade de Salvador.

MISSÃO

Trabalhar de forma incansável pelo crescimento da fotografia, promovendo o desenvolvimento da educação através do olhar.

Fotografia de Moda.

17 abr

A história da fotografa de moda está totalmente ligada a história de revistas de moda, pois a evolução das duas começou na mesma época. Em 1909 as revistas passaram a ter ilustrações de fotografias, ainda em P&B. O uso das técnicas ai vem sendo mais aprimorado entrando ai um grande fotografo Edward Steichen (1879-1973), que ficou por um bom tempo por ter um bom gosto, naquela época os estilistas não usavam pessoas da alta sociedade para fotografar para eles, mas sim os modelos profissionais.

Em 1932 foi publicada na revista Vogue US a primeira foto de moda colorida. Era uma foto de Steichen, uma garota de maiô segurando uma bola de praia:

Imagem

Nos anos 60 e 70 os fotógrafos Helmut Newton e David Bailey começaram a ver a fotografia de moda de outra forma, da onde foi inventada fotografia arte sexy. Então as modelos passaram a ser tão vedáveis quanto as roupas que estavam vendendo.Imagem

E nos anos 80 e 90 as modelos passaram a ganhar salários altíssimos, Gisele Buchen, Linda Evangelista, Cris Turligyon e Claudia Schiffer, sem contar com Naomi Campbel. Fotografar uma delas, era um sinônimo de fama, créditos e um bom currículo  vários fotógrafos ficaram ricos como: Mario Testino, Paulo Roversi, Patrick Demachelier, Bob Wolferson e David Lachapele. Ma além da fortuna que ganhavam também desenvolviam técnicas.

Depois disso vem as fotografias digitais, onde fica bem mais fácil de desenvolver cores, novas técnicas e texturas.

Imagem

Fontes: temnafotografia e anacarolinaq.